OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar

Afrontamentos e Menopausa: o que são e como evitá-los

  • Favoritos

São um dos sintomas mais frequentes que surgem durante esta fase e, também, dos que causam mais desconforto às mulheres em menopausa. Por esse motivo, as nossas especialistas explicam como os pode evitar.

Afrontamentos e Menopausa: o que são e como evitá-los

Está sentada, calmamente, durante um jantar em família ou numa reunião de trabalho e - de repente - começa a sentir uma onda de calor que lhe vai percorrendo o corpo sem explicação aparente. Pode estar o ar condicionado ligado e até estar um dia gélido lá fora, mas nada vai impedir que se sinta com calor. Este é o efeito de um afrontamento, um dos principais sintomas que surgem durante a menopausa.

Por outras palavras: os afrontamentos são um efeito colateral das alterações hormonais e cerca de 80% das mulheres passam por eles durante a menopausa, especialmente à noite. São, provavelmente, o sintoma mais desconfortável desta fase. Pode acontecer durante todo o período chamado de perimenopausa — aquele período de cerca de cinco anos até atingir mesmo a menopausa — e até dez anos na pós-menopausa.

Para os entender e conviver com eles da melhor forma, nada como perceber quais as melhores formas de lidar com eles.

O que são afrontamentos?

Importa primeiro explicar o que são, na realidade, os afrontamentos. São uma sensação súbita, incontrolável e espontânea de calor que começa, normalmente, no pescoço e no rosto e que vem muitas vezes acompanhada de vermelhidão e suor e que por vezes pode terminar com suores frios. De certa forma, é o equivalente diurno aos suores noturnos que também podem surgir durante a menopausa.

Os afrontamentos e a menopausa — qual a ligação?

A explicação é mais simples do que se possa imaginar: a diminuição dos níveis de estrogénio — uma das principais hormonas femininas — interrompe o mecanismo que regula a temperatura do corpo, que se encontra no hipotálamo, o “termostato” natural do nosso corpo. Quando esta glândula é perturbada pelo desequilíbrio hormonal, envia sinais errados ao cérebro transmitindo-lhe que o corpo está demasiado quente. O cérebro, por sua vez, causa um aumento da frequência cardíaca e dilatação dos vasos sanguíneos, causando vermelhidão e transpiração, ou seja, todos os mecanismos necessários para arrefecer o corpo.

Isto pode ser ótimo durante o verão ou até mesmo durante um treino mais intenso de ginásio, mas pode tornar-se bastante desconfortável quando surge sem razão aparente e num momento desconfortável. Um jantar em família ou uma reunião importante, por exemplo.

O que potencia os afrontamentos?

Existem também alguns fatores externos que podem contribuir para agravar os afrontamentos, como é o caso do stress, das emoções intensas ou do consumo de álcool. Deve manter-se também afastada de bebidas com cafeína, comidas picantes e tabaco para ajudar a reduzir os afrontamentos e os suores noturnos e, idealmente, aposte num guarda-roupa com tecidos respiráveis e roupas largas para estar sempre confortável.

Tente também relaxar ao máximo para ajudar o seu corpo a lidar melhor com as situações de stress. Faça mais treinos cardiovasculares, experimente umas aulas de yoga e pratique meditação e vai sentir-se melhor e menos ansiosa nos momentos em que sentir um afrontamento.

Tente perceber também quais são os motivos que a levam a ter um afrontamento e mantenha uma espécie de “diário da menopausa” para que possa ir identificando se existe uma relação entre o consumo de algumas bebidas ou alimentos e as crises de afrontamento. Isto pode ajudar a estabelecer um padrão e a travar novos episódios. Acima de tudo, antecipe e esteja preparada para lidar com o afrontamento com calma e serenidade.

A pele à noite: combata os efeitos de uma má noite de sono

São várias as mulheres que têm más noites de sono por causa dos afrontamentos e inquietação durante a menopausa. Ao perder este momento vital de regeneração os mecanismos biológicos que naturalmente desintoxicam a pele podem ser afetados, levando a que a pele fique mais baça, com textura irregular, desidratada e até mesmo inchada.

Nesta fase, escolha um cuidado de noite rico em ingredientes como o Pro-xylane, o ácido hialurônico, a hediona e HEPES, combinado com ingredientes descongestionantes para um rosto mais fresco ao acordar como os presentes no Complexo Reequilibrante Creme Noite Neovadiol, da Vichy, que tem efeito anti-calor, ao mesmo tempo que restaura o brilho da pele e reestrutura os seus volumes enquanto descansa (ou tenta, pelo menos).

Os suplementos ajudam a reduzir os afrontamentos?

Como a grande maioria dos sintomas da menopausa, é difícil eliminar completamente os afrontamentos e os suores noturnos sem recorrer a um tratamento hormonal, sempre aconselhado por um médico especialista. Por outro lado, há certos suplementos nutricionais, feitos à base de plantas e ingredientes naturais, que podem ajudar a aliviar estes sintomas.

Plantas como a árvore-da-castidade, a soja, o lúpulo ou o trevo vermelho tem sido apontadas como algumas das que podem ajudar a reduzir os afrontamentos e ingredientes como o magnésio ajudam a melhorar o humor. Contudo, deve sempre consultar um farmacêutico, naturopata ou nutricionista que a ajude a encontrar a dose certa, adaptada às suas necessidades.

Outros artigos sugeridos

go to top