OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar

A menopausa provoca comichão?

Sofre de comichão no corpo ou no rosto durante a menopausa? Como evitar? A Dra. Anne Le Pillouer esclarece as suas dúvidas.

A menopausa provoca comichão?

Quando pensa em menopausa, provavelmente prurido não será a primeira palavra que lhe associa. A verdade, porém, é que com os primeiros sinais desta nova fase da vida, é completamente normal e até comum sentir comichão na pele do corpo e mesmo do rosto! A Dra. Anne Le Pillouer é dermatologista e esclarece as suas dúvidas.

Nunca tinha ouvido falar: porque é que acontece?

Durante a menopausa, um dos órgãos que mais sente o impacto das suas alterações é a pele. A queda dos níveis de estrogénio e de androgénio, própria deste período, prejudica as suas funções celular e imunológica, criando desta forma as condições favoráveis, por exemplo, a reações alérgicas.  Por outro lado, a diminuição do estrogénio no organismo enfraquece a camada hidrolipídica da pele, que funciona como uma barreira protetora da mesma.

A partir deste momento, e privada desta barreira, a pele torna-se mais fina, seca e irritada e, por isso, mais exposta a agressões externas. Em simultâneo, e por ficar gradual e cumulativamente mais seca, resultado das mudanças internas, este ciclo não é naturalmente interrompido. O que significa que a sua ajuda é fundamental para uma muito necessária reposição da hidratação. Até lá, uma pele  seca é o primeiro fator de risco para que o fenómeno da comichão na menopausa ataque!

Como cuidar da pele depois dos 50, mantendo-a livre de prurido e sempre bonita?

Já ficou claro: a menopausa e as hormonas não são melhores amigas. Mas no meio desta relação complicada, quem sofre é a sua pele! Para que isso não aconteça (ou para o reverter) a sua atenção e cuidado são mais importantes do que nunca. E para os assegurar, existem rotinas cada vez mais simples e práticas, adequadas a diferentes estilos de vida, que conseguirá encaixar com sucesso no seu dia a dia ativo.

Um dos passos chave destas rotinas é certificar-se de que os produtos que usa são adequados a esta fase diferente da sua pele. É importante que sejam concebidos para uma pele madura e que tenham um baixo pH, de forma a mantê-la suave e, acima de tudo, saudável. Para o dia a dia, opte por um um cuidado  diário anti-idade com proteção de largo espectro UVA/UVB, que poderá ainda ajudar a corrigir os sinais da perda de colagénio e proteger de danos futuros, atuando inclusive nas manchas escuras. 

Para além disso, o segredo está em priorizar a hidratação, mesmo nos momentos de SOS. Quando a pele está mais seca, para além de, como vimos, ser mais propensa a alergias e a prurido, tende ainda a enrugar mais rápido. Uma forma de medir esta hidratação é mesmo estar atenta ao mais pequeno sinal de comichão: se der por si a começar a sentir a pele mais irritada em determinadas áreas, é porque está a pedir a sua ajuda para reverter este processo!

Nos dias em que assim for, e que precisar de um boost extra hidratante para o rosto, o seu melhor aliado poderá passar por uma máscara com um efeito instantâneo de energização da pele, proporcionando uma sensação ultra-hidratante e um aspeto mais jovem e mais firme em apenas 5 minutos.

Outros artigos sugeridos

go to top

Skinconsult

DIAGNÓSTICO DE PELE BASEADO NUM ALGORITMO DE ENVELHECIMENTO DESENVOLVIDO COM DERMATOLOGISTAS E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

1 minuto
para analisar
a tua pele

Tira uma selfie

Preenche o perfil

Descobre a tua rotina de skincare personalizada

Linhas finasA tua força
Rugas dos
olhos
A tua prioridade
Falta de firmeza

Faz um
Diagnóstico de pele

circle1circle2circle3circle4