OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar
Previous

O QUE É O MICROBIOMA DO COURO CABELUDO?

Previous

O QUE É O MICROBIOMA DO COURO CABELUDO?

O que é exatamente o microbioma do couro cabeludo?

R.J.: O microbioma é o ecosistema invisível de microrganismos vivos que é parte integral da superfície do couro cabeludo e consiste principalmente de bacteria (primeiramente Staphylococcus epidermidis e propionibacterium acnes, agora conhecidos como cutibacterium acnes) e leveduras (com uma forte predominância de malassezia restricta).Existem milhões destes microrganismos por cm2! Como em qualquer ecosistema, estes organismos vivem em equilíbrio uns com os outros e com a pele do couro cabeludo, que fornecem os ingredientes essenciais, sobretudo através de suor e sebo. 

Para a pele da face e do corpo, o papel deste microbioma é proteger o couro cabeludo de microrganismos patogénicos. Toda a gente têm o seu próprio microbioma do couro cabeludo e pode variar dependente das estações, ou até durante o mesmo dia - se lavar o cabelo, por exemplo.

Qual é a diferença entre o microbioma do couro cabeludo e o da pele?

R.J.: Comparadas com as do couro cabeludo, as populações de bactérias e de leveduras que habitam na superfície da pele são muito diferentes. Elas também variam muito dependendo da área do corpo que ocupam porque se adaptam perfeitamente ao seu ambiente. Por exemplo, as espécies bacterianas presentes por baixo das axilas - uma área que produz muito suor - não são todas iguais quando comparadas com as do antebraço. 

O microbioma do couro cabeludo tem mais similaridades com o da testa já que as secreções de suor e sebo são parecidas nestas zonas - apesar da presença de cabelo no couro cabeludo tornar esta zona única.

Quais são as últimas descobertas científicas sobre o microbioma do couro cabeludo?

R.J.: Depois de identificar de forma precisa, as principais colónias bacterianas e de leveduras no couro cabeludo (1), a investigação na L'oréal permitiu-nos descobrir outras funções potenciais deste microbioma. Verificámos recentemente que cutibacterium acnes pode de facto ser uma fonte de vitaminas e aminoácidos essenciais para o couro cabeludo, da mesma forma que certas vitaminas são para o intestino (2). 

Outra descoberta importante foi conseguirmos sequenciar o genoma completo da Malassezia restricta (3). Isto irá facilitar o estudo desta levedura, que é conhecida por estar envolvida na formação da caspa.

O microbioma é o ecosistema invisível de microrganismos vivos que é parte integral do couro cabeludo.