OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar
Previous

O MICROBIOMA
DO COURO CABELUDO

Previous

O MICROBIOMA
DO COURO CABELUDO

Na superfície do nosso couro cabeludo vive uma micro-flora, perfeitamente adaptada a um ambiente que favorece o seu desenvolvimento: micro cavidades, humidade, temperatura ótima e nutrientes essenciais (sebo e líquidos do couro cabeludo). A sua presença é importante pois limita a entrada à "concorrência" de microorganismos potencialmente associados a patologia.
Analisando toda a área cutênea do corpo, o couro cabeludo é o que hospeda mais micro-flora viva: 106/cm2 comparado com 103/cm2 na pele do antebraço. Estes números são muito significativos; o nosso corpo todo contém cerca de 1012 células, o que significa que o couro cabeludo contém cerca de 1/10 000 do total de células em microorganismos!

Um duo impressionante
Quase metade da população de microorganismos é uma levedura, Malassezia spp, que coloniza desde o início da nossa vida todas as zonas oleosas da nossa pele. Com a sua camada de lípidos (principalmente sebo), o couro cabeludo é um ambiente propício à proliferação de microorganismos.
Malassezia partilha o seu espaço com bactérias como staphylococci e coryneforms.
Uma micro-flora transitória, potencialmente patológica, é facilmente eliminada com lavagens regulares com um champô adequado.

Uma pequena criatura viva Demodex folliculorum está presente onde a pele é oleosa (maçãs do rosto, testa, nariz) e também nos folículos capilares (pestanas, sobrancelhas e cabelo). De tamanho variável (0,1mm a 0,4mm), este pequeno ácaro gosta de se alimentar de células mortas e óleos (sebo).
Em caso de seborreia, a proliferação de Demodex pode ser excessiva e gerar irritação, principalmente em pessoas com um frágil sistema imunitário.
No geral, estes pequenos parasitas sáo muito discretos e não causam qualquer problema.

Alterações na micro-flora... Cuidado com a caspa!
Sob influência de múltiplos fatores, a flora residente no couro cabeludo pode ser perturbada.
Algumas patologias do couro cabeludo estão associadas à perturbação da micro-flora: Malassezia por vezes prolifera e, caso seja em demasia, pode originar uma condição de caspa.



HUB_CONTENT_DHSC_CONTENT_51_THE_MICROBIOME_ON_THE_SCALP.jpg