getGeoIPCountryCode = SiteAppCode = PT Test : 'PT/'

OK

OKCancelar

Obrigado

Fechar
mediacachable:1

Verdade ou Mito: Será o sol amigo da pele com acne?

Verdade ou Mito: Será o sol amigo da pele com acne?
  • Favoritos

Muitas pessoas acreditam que o sol pode ter um efeito positivo na qualidade da pele com tendência acneica. Mas será mesmo assim? Tire as teimas com a dermatologista Nina Ross e descubra se o sol pode (ou não) ser um bom amigo da sua pele, e ainda como pode protegê-la eficazmente dos danos da radiação solar.

O que é que a exposição solar faz à pele com tendência acneica?

À primeira vista, o mito parece verdadeiro: vários estudos identificam a carência de Vitamina D (normalmente associada à falta de exposição solar) como uma das causas da acne.Para além disso, depois de exposta ao sol, a pele também ganha um aspeto mais saudável, já que a produção de melanina aumenta (um mecanismo natural de defesa do seu corpo contra a radiação UV), e isso confere à pele o tão desejado tom bronzeado, que não só reduz a aparência das borbulhas e imperfeições, que se tornam menos visíveis na pele morena, como  também nos dá aquele ar saudável pelo qual ansiamos o ano inteiro.No entanto, se analisarmos mais profundamente esta questão, a resposta pode não ser assim tão simples.

Summertime, and the livin’ is easy?

Not quite. Na pele com tendência acneica, a Vitamina D e o aspeto à superfície não são as únicas coisas a ter em conta. Afinal, a acne é originada por um conjunto complexo de fatores e o efeito de redução da produção de sebo originado pela exposição solar é apenas temporário. “A exposição solar e a consequente desidratação cutânea conduzem a uma necessidade de mais produção de sebo, aliada a uma desregulação do pH da pele que acaba por gerar mais borbulhas e pontos negros.”, explica a dermatologista Nina Ross. “O mito existe porque nos primeiros dias de exposição ao sol, há uma “secagem” visível das borbulhas que acaba por criar essa ilusão, esquecendo os dias seguintes.”

Ok, e agora o que pode fazer?

Além dos efeitos que pode provocar na pele com tendência acneica, Nina Ross alerta para os cuidados a ter com as marcas e cicatrizes que, expostas ao sol sem a devida proteção, podem transformar-se em marcas permanentes. “Para a pele propensa à acne, recomenda-se a utilização de um FPS50 para prevenir manchas”, aconselha - uma boa sugestão pode ser este protetor solar antimanchas com um toque de cor e ação despigmentante. “O mais indicado é tomar precauções extra porque a pigmentação pós-inflamatória é muito difícil de tratar.”

E se apanhar um escaldão?

Se apanhar um escaldão, a especialista recomenda a continuação da aplicação do protetor solar enquanto a pele ainda estiver vermelha e danificada. “Assim que a vermelhidão comece a desaparecer,  utilize o seu creme de tratamento para acne, como este cuidado anti-imperfeições da Vichy. É importante notar também que a vitamina C pode ser um ingrediente-chave no tratamento das manchas escuras. Uma solução? Este concentrado antioxidante com vitamina C em alta concentração e resultados antifadiga em apenas 10 dias.

Produtos sugeridos

  • {Produto_Nome}
  • Best-seller

    {Produto_Nome}
  • {Produto_Nome}
  • Outros artigos sugeridos

    go to top