getGeoIPCountryCode = SiteAppCode = PT Test : 'PT/'

OK

OKCancelar

Obrigado

Fechar
mediacachable:1

Vamos fazer um piquenique? 3 lugares ideais em Lisboa e Porto

Vamos fazer um piquenique? 3 lugares ideais em Lisboa e Porto
  • Favoritos

Estenda a toalha, abra a cesta, petisque e passe a tarde com os pés na relva fresca. Haverá melhor plano do que fazer um piquenique em família quando os dias começam a ficar maiores e o calor a fazer-se notar? Solte o lado francês que há em si e descubra os 3 lugares em Lisboa e no Porto onde pode passar uma tarde maravilhosa e todos os cuidados que deve ter.

Em Lisboa:

  • Parque da Quinta das Conchas
São 24 hectares de jardins relvados e de uma área florestal única, no coração da cidade, em Monsanto. À paisagem verdejante junta-se um refrescante lago. Dispõe de zona para merendas, um parque infantil e locais destinados à prática de diversos desportos. No verão são já incontornáveis as mágicas sessões de cinema ao ar livre, aproveite!

  • Parque Florestal de Monsanto

Respirar o ar puro da natureza no “Pulmão de Lisboa”. O parque foi construído em 1934 e aqui pode desfrutar de uma das melhores vistas sobre a cidade de Lisboa e o rio Tejo, no Miradouro dos Montes Claros. Nesse local há um pequeno lago e várias sombras e banquinhos, ideias para conversar sem dar pelas horas.


  • Jardins da Gulbenkian

Um lago, riacho, terraços, jardins que criam pequenos recantos, banquinhos, muitas árvores e até um anfiteatro. E ainda pode espreitar alguma exposição. Estes jardins, projetados por António Viana Barreto e Gonçalo Ribeiro Telles nos anos 50 são uma escolha incontornável.

No Porto:

  • Parque de São Roque
Apreciar a vista única sobre o rio Douro no miradouro ou explorar o labirinto de buxo. Além de um piquenique nos jardins relvados tem várias opções para passar um dia incrível. No verão, especialmente aos fins de semana, ocorrem eventos culturais de pintura e arte no parque.

  • Jardins do Palácio de Cristal
Tremendamente famosos, não é difícil perceber porquê. Além da zona de merendas, ao longo do jardim pode contemplar diferentes panorâmicas sobre o rio e a cidade e árvores, muitas árvores... Existe ainda um lago e diversas atividades dedicadas aos mais pequenos. Em 1951, o Palácio de Cristal foi demolido para dar lugar ao Pavilhão dos Desportos, mantendo os jardins. Aqui, pode visitar uma capela de granito lindíssima, mandada construir pela princesa de Montléart.

  • Parque de Serralves

São 18 hectares de parque que contemplam 200 espécies de plantas, esculturas, jardins relvados, bosques, um roseiral e lagos. Os circuitos com diferentes percursos são ideais para caminhadas em família.

O que comer no Picnic?

Depois de escolhido o local, segue-se uma questão muito importante: o que comer? Não se preocupe, também temos essa resposta (numa versão saudável), aqui.

Dicas úteis:

  • Apesar da sombra, proteja-se e aos mais pequenos da exposição solar aplicando sempre um bom protetor solar e um chapéu;
  • Transporte os alimentos numa caixa térmica para conservar os alimentos;
  • Leve toalhitas e guardanapos;
  • Leve um saco para no final recolher o lixo;

Produtos sugeridos

  • {Produto_Nome}
  • Best-seller

    {Produto_Nome}
  • {Produto_Nome}

    Slow Âge

    Slow Âge Olhos

    Creme cuidado de olhos
  • {Produto_Nome}
  • {Produto_Nome}
  • Outros artigos sugeridos

    6 formas de dormir melhor durante a menopausa

    Os Melhores Conselhos

    6 formas de dormir melhor durante a menopausa

    Nas últimas fases da menopausa, as 'ondas de calor' podem perturbar a sua noite de sono, provocar insónias e ansiedade e impedi-la de descansar, o que é essencial para o seu bem-estar e para a beleza da sua pele. No entanto, há um plano de cinco passos que pode ajudá-la a dormir melhor e a sentir-se revigorada ao acordar.

    ler artigo

    3 mulheres inspiradoras aos 50 anos

    Os Melhores Conselhos

    3 mulheres inspiradoras aos 50 anos

    A imagem de uma senhora sentada em casa, com pantufas e gatos, já não corresponde ao que sempre idealizamos para os 50 anos. Diz-se que são os novos 30. E com razão!

    ler artigo

    go to top