OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar

Perimenopausa e Menopausa: primeiros sintomas

  • Favoritos

São ambos momentos cruciais, mas que podem ser bastante distintos. Saiba quais as diferenças entre a perimenopausa e a menopausa e perceba o que esperar em cada momento.

Perimenopausa e Menopausa: primeiros sintomas

Cada mulher é única, com gostos diferentes, com uma personalidade distinta e incomparável. Costuma-se dizer que “cada um é como cada qual”, e não existe propriamente uma data marcada no calendário que indique à mulher que vai entrar na menopausa.

Mas ainda antes de entrar neste ciclo, existe uma outra fase da qual muitas mulheres não falam, muitas vezes por desconhecerem o termo. Falamos da Perimenopausa, uma etapa de transição - que acontece antes da menopausa, quando os níveis hormonais começam a mudar. Tal como com a própria menopausa, não tem um momento exato para começar nem para acabar e varia de mulher para mulher. Tanto pode surgir uns meses como dez anos antes da menopausa. No entanto, a média aponta para cinco anos.

Se já começa a ter alguns sintomas, mas não percebe exatamente em que fase está e quer estar preparada para lidar com ela da melhor forma possível, então este é o artigo ideal para si. Veja a explicação das nossas especialistas e, acima de tudo, aproveite este momento que marca o início daquela que pode muito bem ser a melhor fase da sua vida.

Sintomas da Menopausa: quando podem surgir?

Muito sucintamente, a menopausa marca o fim da menstruação e, clinicamente, uma mulher está na menopausa quando não tem período menstrual há mais de 12 meses consecutivos e o corpo já deixou de libertar óvulos. Isto acontece, geralmente, entre os 45 e os 55 anos mas, mais uma vez, cada mulher é única e não existe uma idade em específico.

Perimenopausa: o que é e o que acontece

À fase anterior à menopausa chamamos de perimenopausa, também chamada de pré-menopausa, ou seja, o período de transição entre as primeiras alterações hormonais e o momento em que a menstruação desaparece por completo. Nem sempre é fácil identificar os primeiros sinais e muitas vezes são vistos como algo comum e passageiro, mas a melhor forma de confirmar se está, ou não, em pré-menopausa é falando com o seu médico assistente e pedindo exames hormonais.

Contudo, há alguns sinais para os quais deve estar atenta. Afrontamentos, que acontecem quando a glândula pituitária e o hipotálamo no cérebro tentam estimular os ovários a produzir estrogénio, cujos níveis vão diminuindo ao longo do tempo, o que faz a temperatura corporal aumentar, são dos sintomas mais comuns. Além disso, surgem também momentos de menstruações irregulares, alterações de humor e TPM (tensão pré-menstrual) mais acentuadas, cansaço, alterações no sono e sensibilidade mamária.

Menopausa: como identificar os primeiros sinais

Como referimos, a perimenopausa dura, geralmente, cinco anos sendo que, no último ou penúltimo ano, os níveis de estrogénio produzido pelo corpo vai descendo gradualmente. É nesta fase que começam a surgir outros sintomas, além dos afrontamentos. Cerca de 40% das mulheres têm problemas a dormir, e entre 10 a 20% passam por alterações de humor. A mudança mais notória será a ausência de período menstrual (amenorreia), que tanto pode acontecer abruptamente como pode passar por momentos em que nuns meses tem e noutros não tem menstruação(1).

Como deve cuidar de si nesta fase

Se há sintoma que é inconveniente nesta fase são os afrontamentos, que podem causar algum stress e ansiedade. É por isso que muitos especialistas aconselham algumas mudanças de estilo de vida nesta fase. Praticar mais exercício, fazer aulas de yoga e experimentar a meditação podem ser uma grande ajuda. Além disso, é possível que o seu médico recomende que pare de fumar, que consuma menos álcool e que mantenha uma alimentação equilibrada, de maneira a conseguir gerir o seu peso.

FONTE:

1. Harvard Health Publishing: Perimenopause: Rocky road to menopause https://www.health.harvard.edu/womens-health/perimenopause-rocky-road-to-menopause

Outros artigos sugeridos

go to top