getGeoIPCountryCode = SiteAppCode = PT Test : 'PT/'

OK

OKCancelar

Obrigado

Fechar

Guia de sobrevivência da menopausa: 9 estratégias para lidar com os sintomas

Guia de sobrevivência da menopausa: 9 estratégias para lidar com os sintomas
  • Favoritos

Acorda a meio da noite com calor? Passa o dia a ouvir o seu marido e os seus filhos a reclamarem da sua falta de paciência, oscilações de humor e quase que não tem paciência para si própria? Tem entre 45 e 55 anos e está a passar por aquela fase de transição que nunca imaginou que chegasse tão rápido, certo? Não faça disso um tabu. Afinal, significa não só que não deu conta do tempo a passar, o que é sempre um bom indicador, mas também que se sente bem e pronta para novos desafios. E é disso que se trata: de um novo desafio.
Tome nota das 9 estratégias para lidar com os sintomas da menopausa e atenuar o impacto destas alterações hormonais na sua vida.


Faça um diário da menopausa:

Registe os momentos em que sente que a temperatura corporal sobe, quando surge um calor incontrolável e procure um padrão. Stress, álcool e cafeína podem ajudar a despoletar estes episódios e saber qual o mais relacionado é uma forma de o prevenir, sobretudo em momentos em que “não pode mesmo acontecer”. Se mesmo assim, não conseguir travar os afrontamentos, eis o seu kit de emergência que deve ter sempre na mala: uma pequena ventoinha, um leque, lenços de papel e uma garrafa de água que a ajudará a manter-se hidratada e a reduzir a temperatura corporal;

Reforce a ingestão de vitamina E.


Pode ser uma importante ajuda para atenuar o efeito de alguns sintomas da menopausa, nomeadamente das ondas de calor, ao mesmo tempo que lhe dá proteção cardiovascular inibindo a ação dos radicais livres. Apesar de existir em alguns alimentos (brócolos, batata-doce, leite), na maior parte dos casos apenas os suplementos repõem a quantidade necessária ao organismo nesta fase. No entanto, falar com o seu médico é a melhor forma de saber quais as vitaminas indicadas para si neste período;

Acupunctura.

Esta técnica da medicina tradicional chinesa complementada com a fitoterapia pode ajuda-la a ter um maior equilíbrio hormonal, melhorar a circulação sanguínea, controlar o peso e ainda contrariar a ansiedade. Recorde-se que a fitoterapia é uma forma de utilizar plantas com fins terapêuticos, cada uma com objetivos bem definidos e adequados às necessidades de cada pessoa.

Vista-se em camadas.

Optar por vestir diferentes peças de roupa em camadas é melhor do que apostar em apenas uma camisola porque lhe permite ir retirando a roupa que a incomoda durante os momentos de calor e depois voltar a vesti-la quando a temperatura do corpo regularizar. Além disso, deve dar preferência aos artigos em algodão que ajudam a pele a respirar normalmente e evitar ao máximo os tecidos sintéticos que podem ser desconfortáveis;

Adopte uma dieta em que 50% dos alimentos sejam crus

Não só porque são mais saudáveis, mas também porque a ingestão de alimentos crus, como verduras e frutas, ajuda a diminuir a acidez no sangue, o que tem sido muito valorizado pelos especialistas para a prevenção da osteoporose.

Aprenda técnicas de relaxamento e faça exercício.

Aprender a controlar a respiração e a relaxar pode ser essencial para enfrentar os momentos mais críticos e a ansiedade própria das alterações hormonais. A meditação, o ioga e os exercícios de autocontrolo são alguns dos recomendados nesta fase. Além disso, deve praticar exercício físico pois não só controla o seu peso, que também tem tendência a aumentar nesta fase, como também a ajudará a dormir melhor;

Opte por refeições leves.

Ter uma alimentação equilibrada é essencial para o seu bem-estar geral, mas não se esqueça de que é importante evitar refeições pesadas, sobretudo à noite, antes de ir dormir. Além de dificultar a digestão ainda pode trazer-lhe insónias. Café depois do meio dia e álcool antes de ir dormir são, também, algo a evitar.

Faça check-ups regulares.

Vários estudos revelam que mais de 80% das mulheres na menopausa sofrem de outras doenças como diabetes, hipertensão e problemas da tiróide. Visitar o médico de família, de forma regular, é assim essencial para prevenir outras patologias ou tratar as já existentes.

Fique atenta ao humor.

As variações hormonais que ocorrem durante a menopausa podem deixar a mulher mais irritável, sensível e propensa à depressão. Converse com os seus amigos para que eles entendam essas oscilações de humor e para que estejam atentos às suas mudanças. Recorde-se que esta é uma altura da vida em que as mulheres sem historial de depressão têm o dobro das probabilidades de vir a desenvolver algum transtorno, como destaca um estudo publicado na revista Archives of General Psychiatry.

Produtos sugeridos

  • Best-seller

    {Produto_Nome}
  • Best-seller

    {Produto_Nome}
  • {Produto_Nome}
  • Outros artigos sugeridos

    go to top