OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar

Dieta vegan na menopausa: prós e contras

  • Favoritos

A dieta vegan pode trazer vantagens e desvantagens na menopausa, um período caracterizado pela desaceleração do metabolismo.

Dieta vegan na menopausa: prós e contras

Uma das imagens mentais mais associadas à menopausa é, para muitas mulheres, a ideia do aumento de peso. Embora a menopausa em si não faça com que isto aconteça automaticamente, sobretudo se o estilo de vida da pessoa em causa for saudável, é um período que se carateriza sim por uma desacelaração do metabolismo, a par de um maior descontrolo hormonal. Por esse motivo, o que pode acontecer é existir uma maior dificuldade em perder peso, pelo que se torna extremamente importante estabelecer hábitos saudáveis antes, preparando o corpo para essa fase.

Mas e quando a menopausa chega, que tipo de alimentação deve existir?

Se é certo que na menopausa a nutrição é uma da áreas de maior impacto no bem-estar geral, também é inegável que o que cada pessoa necessita pode ser completamente diferente, de acordo com o seu estilo de vida, estado de saúde e objetivos. Assim sendo, é impossível determinar um tipo de alimentação padrão para todas as mulheres, ainda que existam nutrientes e vitaminas importantes a reforçar nesta fase, devido à sua perda natural, que podem ser encontrados precisamente através da comida.  O cálcio, ferro, magnésio e zinco, por estarem diretamente envolvidos com a saúde óssea e, consequentemente, com uma prevenção ativa da osteoporose, são alguns deles. 

A regra a reter é procurar seguir uma alimentação saudável e adequada às suas reais necessidades neste período. Como tal, o recurso a um profissional na área da Nutrição poderá converter-se num aliado de peso para que se sinta bem, feliz, com saúde e energia.

A dieta vegan é a melhor opção?

Porque todos os organismos têm necessidades distintas, a dieta vegan – ou qualquer outro tipo de dieta – poderão ser ideais para algumas mulheres e não funcionar com outras, especialmente durante esta fase de vida. Independentemente dos motivos que fazem com que seja adotada, que vão muito além da alimentação apenas e que englobam um respeito extremo e uma forma de estar em prol do ambiente, e sua fauna e flora, é preciso estar atenta aos sinais do seu corpo para perceber como a ajustar e fazer funcionar, se for esse o seu desejo.

Quais os seus prós e contras?

Por ser uma dieta à base de produtos de origem vegetal, a dieta vegan – que pode sim fornecer ao corpo humano todos os nutrientes de que necessita – carece de maior atenção por parte das mulheres que a seguem na menopausa, de forma a evitar possíveis carências nutricionais. Na verdade, qualquer dieta com restrições deve ter isto mesmo em atenção, devendo ser acompanhada por profissionais para a planearem e adaptarem a este período, considerando por exemplo a suplementação como uma possibilidade.

Uma das suas maiores carências poderá ser a de Vitamina D, encontrada apenas em alimentos de origem animal, que é de importância maior para a prevenção da osteoporose. No entanto, a exposição solar protegida, de forma diária, poderá ser também uma alternativa à sua obtenção.

Por outro lado, a favor da dieta vegan temos os perigos do excesso de consumo de carnes vermelhas para o organismo, que passam a ser evitados. Entre eles, precisamente também o aumento do risco de osteoporose devido à produção de ácidos sulfurados, mas ainda, no caso de carnes processadas, o seu potencial cancerígeno, de acordo com classificação da Organização Mundial de Saúde, através da sua Agência Internacional de Investigação do Cancro, em 2015.

Outros artigos sugeridos

Como é que a menopausa afeta a sua pele?

Pele & nutrição

Como é que a menopausa afeta a sua pele?

A perda de firmeza e secura são alguns dos sintomas mais frequentes no que diz respeito a pele na menopausa. As nossas especialistas explicam o que acontece e como pode contrariar estes efeitos.

ler artigo

go to top