OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar
Previous

QUE DOENÇAS PODEM CAUSAR QUEDA DE CABELO?

Previous

QUE DOENÇAS PODEM CAUSAR QUEDA DE CABELO?

Queda de cabelo, um fenómeno natural fisiológico

Todas as pessoas têm entre 100 000 e 150 000 cabelos na sua cabeça. Tal como o pêlo corporal, o couro cabeludo é continuamente renovado com cada cabelo a seguir um ciclo bem definido, crescimento (anagénica), degeneração (catagénica), estagnação (telogénica), queda e pós-queda (exógena). Isto significa que perder 50 a 100 cabelos por dia é normal e natural. 

No entanto, em certas situações, podemos perder mais cabelo que o normal, tanto no couro cabeludo total como em zonas mais localizadas. As causas deste tipo anormal de queda de cabelo podem ser várias, mas devem-se principalmente a fatores genéticos, hormonais e ambientais. Diferentes doenças que causam queda de cabelo também podem ser responsáveis.

Diversas doenças podem acelerar a queda de cabelo

Qualquer doença acompanhada por febre, cansaço ou stress pode ser causa de queda de cabelo. Este tipo de queda de cabelo, designada effluvium telogénico, é repentina, difusa e por norma abundante. Felizmente, este tipo de queda de cabelo é temporária e o cabelo volta ao ciclo de crescimento natural, estagnação e queda uma vez que a doença tenha sido identificada e curada.

Doenças associadas a deficiências em ferro são causas de queda de cabelo

O ferro é essencial para um cabelo saudável. A deficiência em ferro pode tornar o cabelo mais fino e quebradiço e por vezes pode levar a uma queda difusa. É por esta razão que qualquer doença associada com deficiência em ferro, tal como anemia, por exemplo, ou doenças com inflamação crónica podem ser relacionadas com queda de cabelo.

Alopecia aerata, uma doença autoimune que causa queda de cabelo

Esta doença autoimune que pode causar queda de cabelo, ataca os folículos capilares e afeta quase 2% da população, adultos e crianças. Pode se manifestar de diferentes maneiras - desde da queda de cabelo em pequenos fragmentos do couro cabeludo (conhecida como alopecia aerata fragmentada), que é a forma mais comum, até queda total do cabelo do couro cabeludo (alopecia totalis), ou num caso mais sério do corpo inteiro e do couro cabeludo (alopecia universalis). 

Apesar das origens exatas desta doença ainda não serem totalmente conhecidas, é reconhecida como sendo autoimune. Em certos pacientes, a alopecia areata pode curar-se sozinha. Em outros casos, é necessária medicação para ser tratada, e a visita a um dermatologista é recomendada. Em alguns casos, a alopecia aerata pode ser associada com outras doenças autoimunes (relacionada com a tiróide, por exemplo).

Outra doenças autoimunes que provocam queda de cabelo

Geralmente, doenças autoimunes que afetam a pele e outros órgãos podem ser  responsáveis pela queda de cabelo. Este é o caso de lúpus eritematoso ou do síndrome Gougerot-Sjögren, duas doenças autoimunes que afetam principalmente mulheres. Estas doenças provocam uma queda de cabelo difusa e necessitam de cuidados médicos.

Enquanto alguma queda de cabelo diária é natural, certas doenças podem desencadear uma queda mais abundante ou localizada.

HUB_CONTENT_DHSC_CONTENT_07_Which_diseases_can_cause_hair_loss.jpg