OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar

Queimadura Solar, como tratar?

  • Favoritos

Sabe o que acontece à pele quando apanha um escaldão? Aprenda a aliviar o desconforto e como tratar a queimadura solar.

Queimadura Solar, como tratar?

Quando menos se espera… O protetor solar não foi reaplicado as vezes necessárias, o seu FPS era insuficiente, a exposição solar foi inesperada e, por isso, não tinha protetor consigo ou algumas zonas do corpo ficaram mesmo esquecidas: estes são apenas alguns dos motivos para que, em algum momento da sua vida, a grande maioria das pessoas já tenha, literalmente, sentido na pele a dor de uma queimadura solar, vulgarmente conhecido como escaldão.

Mas sabe realmente o que acontece à sua pele quando apanha um escaldão?

Esse escaldão ficará para sempre gravado na memória da sua pele. Ou seja, a vermelhidão visível corresponde à inflamação, resposta do nosso organismo ao excesso de radiação UV, que ao entrar com contacto com a pele, de forma tão intensa e desprotegida, provoca alterações nas nossas células que ficam para sempre. A consequência imediata e visível desta exposição prolongada e sem os cuidados adequados é o aparecimento da queimadura solar, mas ao longo dos anos, e com o acumular de alterações celulares, o aparecimento de um cancro cutâneo torna-se um cenário cada vez mais provável.

Fator de extremo risco para o cancro da pele, mais do que incomodativos, os escaldões podem provocar danos severos, invisíveis a olho nu, acelerando o seu envelhecimento precoce, bem como a formação de manchas e de rugas, não de forma imediata, mas acumulada no tempo. Por outro lado, quando o escaldão faz inclusive com que surjam uma espécie de bolhas na zona afetada, os riscos de melanoma duplicam.

Em relação à radiação UV responsável por estes danos, está comprovado que a radiação UVB, embora não penetre em camadas profundas da pele – atuando ao nível da epiderme – é a razão da maioria dos escaldões, sendo que este tipo de radiação provoca ainda mutações no ADN das células da pele, que pode levar ao cancro. Por outro lado, a radiação UVA propicia a degradação de colagénio, e está por isso associada ao aparecimento de rugas e de outros sinais de fotoenvelhecimento.

Uma proteção solar adequada deve, por isso, incluir proteção contra estes dois tipos de radiações e ser reaplicada várias vezes ao longo do dia, sobretudo depois de ir à água ou de secar o corpo com a toalha, de forma a evitar queimaduras solares.

O que fazer quando o mal está feito: os passos a seguir para tratar a queimadura solar

1. Aliviar o desconforto:

Antes de qualquer outra coisa, sabemos que, independentemente do grau e extensão da queimadura solar, é importante aliviar o desconforto, até para conseguir pensar nos passos seguintes. Aos primeiros sinais de escaldão, tente minimizar o seu impacto retirando roupa que possa causar fricção na área afetada. O mesmo para objetos que acumulem calor, como cintos e outros acessórios.

Para que possa sentir-se melhor, arrefeça a área com água fria: é o melhor tratamento instantâneo para a queimadura solar. Mas tenha em atenção a temperatura: por muito que quente seja o que menos apeteça, certifique-se primeiro que não será o caso, e que a água também não esteja gelada (os extremos só irão piorar a situação). Permaneça debaixo de água fria o tempo necessário para se sentir mais confortável. Este processo irá ajudar a controlar a dor e o possível edema (inchaço) associado. 

Para prolongar o efeito, se sentir necessidade, utilize compressas frias nas horas seguintes. Dica Vichy: em vez de água normal, borrife as compressas com água termal, como a Água Vulcânica Vichy, enriquecida com 15 minerais benéficos que atua exatamente da forma de que necessita: apazigua, fortifica e regenera. E pode também aplicar o spray diretamente na zona afetada, o fresquinho da sua bruma vai apoiar este momento.

2. Hidratar: de dentro para fora e de fora para dentro

Beba muita água. A sua pele está extremamente desidratada e a “gritar por socorro”, pelo que é fundamental que a hidrate de dentro para fora. 

Em seguida, opte por cremes hidratantes com substâncias calmantes, adoptando uma rotina de skincare que deve seguir com rigor, diariamente, para acalmar e regenerar a região, logo após o duche/ banho:

1) Hidrate o corpo e o rosto com produtos específicos com ativos prebióticos que ajudam a recuperar a barreira da pele. Para o primeiro, sugerimos o Leite Aprés-Soleil Capital Soleil. Graças à ação hidratante do Ácido Hialurónico e ao poder emoliente do concentrado lipídico vegetal, a pele seca pelo sol é reidratada em profundidade e a água retida no tecido cutâneo, apaziguando e nutrindo tal como necessita. Poderá ainda reforçar a sua ação, nas áreas mais sensibilizadas pelo escaldão, com o Bálsamo SOS Aprés-Soleil, especialmente formulado para uma ação calmante em queimaduras solares e hidratação por 8 horas. No caso do rosto, a Máscara Minéral 89 – Fortificante e Reparadora poderá ser a aliada perfeita para restaurar o bem-estar da sua pele. A sua ação de reparação e o resultado de revitalização em 10 minutos, conseguidos graças a ingredientes ativos poderosos como a Água Vulcânica Vichy, o Ácido Hialurónico de origem natural ou o tecido com fibras obtidas de microalgas, são cruciais neste momento.

2) Finalize pulverizando com a Água Vulcânica Vichy em toda a pele. Dica extra: para que esteja bem geladinha, coloque-a antes no frigorífico.

3. Procurar um especialista

Caso os dois passos anteriores não tenham sido suficientes, o que pode acontecer dependendo do grau da sua queimadura solar, é importante procurar tratamento médico, pois situações de maior gravidade podem exigir a adopção de terapêutica farmacológica adequada.

Produtos sugeridos

  • {Produto_Nome}

    ÁGUA VULCÂNICA

    Água Vulcânica

    Creme de cuidados específicos
  • {Produto_Nome}
  • {Produto_Nome}
  • {Produto_Nome}

    MINÉRAL 89

    Minéral 89 Máscara - Fortificante e Reparadora

    Máscara Facial

    Revitaliza a sua pele em 10 minutos.

  • Outros artigos sugeridos

    go to top