getGeoIPCountryCode = SiteAppCode = PT Test : 'PT/'

OK

OKCancelar

Obrigado

Fechar

Guest Blogger: como organizar um baby shower em 7 passos, por Patrícia Ramos

Guest Blogger: como organizar um baby shower em 7 passos, por Patrícia Ramos
  • Favoritos

Vai ser mãe em breve?  Ou calhou-lhe a si a aparentemente inocente tarefa de organizar um baby shower para uma amiga? Nada tema, chamámos uma especialista para a ajudar: Patrícia Ferreira Ramos, do blog Marcas Avant-Garde, dá-lhe 7 dicas para fazer do seu baby shower um evento de sucesso.
Ser mãe é das fases mais bonitas na vida de uma mulher, mas também das mais difíceis e as exigências nascem bem antes do bebé chegar. Entre análises, testes e consultas, enxoval e compras, chega o momento do baby shower, também apelidado de Chá do Bebé. Fazer ou não fazer? Quem convidar? Como entreter os convidados? Ter lista de presentes ou simplesmente aceitar o que nos querem dar?O tempo ou a falta dele é sempre o primeiro entrave. O segundo é qual a melhor data para fazer o baby shower porque há sempre receio que o bebé decida nascer antes do tempo, mas também não queremos organizar tudo cedo demais. O ideal é ter pelo menos um mês para planear tudo com calma, até porque nesta fase do campeonato o cansaço, as dores de costas e até de músculos que julgávamos não ter até aquele momento começam a atrasar as nossas rotinas, isto para não falar das insónias, da azia e até da vontade iminente de ir a correr para a casa de banho. Depois de escolher a data, há 7 passos que podem facilitar todo o processo e evitar perdas de tempo e até de dinheiro.

1º Elaborar a lista de convidados e escolher o espaço

Traçar um plano é o 1º passo para tudo na vida e até para um simples baby shower pode ser essencial, mas não sem antes decidir quem gostava de ter a seu lado para festejar a chegada do rebento. Faça uma lista - e não se coíba de rever os contactos do seu telemóvel ou do facebook para evitar esquecer-se de muita gente que gostava mesmo que estivesse presente - sabe o que costumam dizer: a memória das grávidas é mais parecida com a de um peixinho dourado que a de um elefante. Depois de ter a lista de todas de amigas, familiares e até colegas de trabalho e vizinhas chega a parte difícil de cortar porque na maioria das vezes não há espaço nem orçamento suficientes para albergar mais de 50 pessoas. Quando chegar ao número mágico já pode seguir para a seleção do local. Se for um grupo pequeno pode sempre usar a sala da sua casa, até porque é um local mais pessoal e acolhedor para todos. Mas se não, o ideal é escolher um espaço especial para si. Pode ser um restaurante que gosta muito e que até organize eventos, um café com esplanada e vista para aquela praia que lhe traz memórias da infância e que aceite fechar o espaço para a sua festa ou até uma quinta que organize casamentos, mas que tem tendas para grupos mais pequenos - pode ser uma solução especialmente interessante fora da wedding season, em que os preços são geralmente mais convidativos.

2. Prioridade: definir o tema

Depois da fase do decidir a data, o local e a lista de convidados, dedique algum tempo a escolher um tema. Às vezes é mais fácil ir a uma loja e inspirar-se nas coleções disponíveis, até porque estão logo ali e poupa tempo, mas a internet pode ser uma ótima ferramenta para personalizar mais a decoração. Use e abuse do pinterest e das lojas online, compare preços, tire notas de tudo o que gostava de ter e quando olhar para os apontamentos perceba qual a tendência. Não precisa de ser azul para menino e rosa para menina, espreite o resto da paleta de cores e arrisque. Escolher o tema é essencial porque lhe dá a linha orientadora de tudo o que tem de comprar, a começar na loiça, passando pela decoração, e terminando nos brindes que possa querer oferecer aos convidados.

3. Não esquecer o orçamento

Sabe quanto pretende gastar? Essa é uma questão que deve ter em mente, sendo essencial apontar todas as futuras despesas, de forma a não ultrapassar o valor que tem disponível. Comparar preços em sites e aproveitar promoções nos hipermercados, nomeadamente, para comida, pode dar uma ajuda. Mas se o orçamento for baixo, pode sempre ir mais longe. O bolo do Chá do Bebé, por exemplo, pode ser feito por uma amiga que tenha jeito, bem como outras sobremesas ou salgados, ou então pode optar por ir a uma fábrica diretamente comprar em vez de ir a uma pastelaria; os copos podem ser personalizados com o nome dos convidados para evitar situações em que ninguém sabe de quem é cada copo e acabamos por usar mais do que devíamos – o meio ambiente agradece e a carteira também – e não se esqueça de ver tudo o que tem em casa e que pode usar na decoração, para evitar despesas extra.

4. Saber delegar tarefas

Nesta fase da gravidez, há cansaço e stress a mais e por vezes tempo a menos, por isso delegar deve ser a palavra de ordem. De certeza que há amigas, primas e tias cheias de vontade de ajudar, por isso, repartir o mal pelas aldeias pode revelar-se numa ajuda indispensável, sobretudo se optar por celebrar o baby shower em sua casa. Menos uma mousse, menos um bolo, menos uma quiche… na sua lista, podem significar uma diminuição significativa de stress, cansaço e despesa.

5. Decidir: lista de presentes ou livre arbítrio?

Se já tiver o enxoval do seu bebé ou bebés quase completo, pode optar por fazer uma lista mais restrita do que ainda precisa ou pode de forma clara pedir o que nunca é a mais: fraldas, toalhitas, cremes e champôs (para o rebento mas também para si, porque não?). No entanto, se não se sente à vontade para direcionar as compras das suas amigas, dê-lhes livre arbítrio, mas não se esqueça de pedir os talões de troca, nunca se sabe se há mais do que uma pessoa com o bom gosto para escolher o mesmo babygrow da mesma marca... (cof cof, boa desculpa, não acha?)

6. Como tornar o momento inesquecível

Em traços gerais, o baby shower é uma espécie de lanche com direito a presentes para o bebé e para a mamã e ainda muitos mimos e lágrimas de felicidade pelo meio. No entanto, se se resumisse a isso mesmo, iria certamente faltar animação e a festa durava 1H, 2H no limite. Aqui ficam três ideias interessantes: desafie os convidados a deixarem-lhe mensagens e conselhos para a nova etapa da sua vida; convide-os a pintarem ou desenharem na sua barriga e fotografe-a; ou faça um pequeno questionário, por escrito, em que cada pessoa deve tentar adivinhar a cor dos olhos e cabelo do bebé, o peso e o comprimento e escolha um prémio para o vencedor que será oferecido após o nascimento.

7. Fotografar (muito) para recordar (mais)

Se puder contratar um fotógrafo, aproveite, porque a verdade é que vai adorar rever esses momentos. No entanto, se o orçamento não resistiu a tantas despesas, peça mais uma vez ajuda aos convidados. Se cada um levar uma máquina ou o telemóvel, vai ter algumas centenas de fotografias memoráveis que depois podem partilhar entre si. Outra ideia que pode funcionar muito bem é comprar máquinas instantâneas e distribuí-las pelos convidados.

Produtos sugeridos

  • Best-seller

    {Produto_Nome}

    Minéral 89

    Minéral 89

    Creme cuidado de dia

    INOVAÇÃO: A sua dose diária de força, para uma pele visivelmente saudável.

  • Novo

    {Produto_Nome}

    Slow Âge

    Noite

    Creme e máscara de noite - reoxigenante e regenerante

  • Best-seller

    {Produto_Nome}
  • Outros artigos sugeridos

    3 mulheres inspiradoras aos 50 anos

    Os Melhores Conselhos

    3 mulheres inspiradoras aos 50 anos

    A imagem de uma senhora sentada em casa, com pantufas e gatos, já não corresponde ao que sempre idealizamos para os 50 anos. Diz-se que são os novos 30. E com razão!

    ler artigo

    3 Snacks saudáveis e práticos para o Inverno

    Rosto

    3 Snacks saudáveis e práticos para o Inverno

    Com a chegada do frio, a comida de conforto volta também à ordem do dia e fica cada vez mais difícil resistir ao aroma perfumado e  quente dos bolos que saem do forno ou das bolachinhas que acompanham o chá a ferver.

    ler artigo

    5 conselhos para ser mais organizada

    Os Melhores Conselhos

    5 conselhos para ser mais organizada

    Voltámos do verão com uma necessidade imperiosa de organização. As ideias surgidas nos dias livres não nos saem da cabeça e o ritmo alucinante de Setembro, com e-mails a cair a cada 5 segundos, faz soar o alarme: Arrumar o quarto, o escritório, a casa e até os armários da casa de banho. Tudo para (re)começar com o pé direito. Mas será que chega?

    ler artigo

    go to top