NOVO  Informações-chave sobre a política de cookies do nosso site. Descubra aqui.  Agora.

Se não tiver qualquer acção o sistema irá assumir que aceitou a nossa política de cookies.

Fechar

getGeoIPCountryCode = SiteAppCode = PT Test : 'PT/'

A marca Vichy está empenhada em preservar a confidencialidade dos dados pessoais que você transmite através deste formulário. Os dados pessoais recolhidos através deste formulário estão sujeitos a um tratamento concebido exclusivamente para Vichy, para efeitos de gerir o seu registo e gestão de orientação ao consumidor. Sob este tratamento, concordo que meus dados são transferidos em subsidiárias no exterior da UE, alguns deles não têm um nível adequado de protecção na acepção da Lei de Protecção de Dados e Liberdade.

Tem o direito de excluir dados de acesso, rectificação e oposição que lhe dizem respeito. Você pode exercer esse direito, a qualquer momento, enviando um e-mail para  [email protected]

Pode consultar a qualquer momento o seu Política de protecção de dados pessoais e as nossas Menções Legais.

OK

OKCancelar

Obrigado

Fechar

10 conselhos da ciência para ser mais feliz

10 conselhos da ciência para ser mais feliz
  • Favoritos

Nos últimos anos, foram vários os cientistas que dedicaram o seu tempo ao estudo da felicidade. Algumas investigações na área da psicologia, sugerem que todos nós temos um ponto de felicidade próprio e interno. Oscilamos, em torno deste ponto, sentindo-nos mais felizes quando algo positivo acontece, ou o oposto, retornando depois ao equilíbrio. Mas sabia que este ponto pode ser redefinido?

Apesar dos nossos níveis de humor e bem-estar serem parcialmente determinados por fatores como a educação e a genética, cerca de 40 % de nossa felicidade está sob o nosso controlo, transformando o conceito numa escolha que está ao nosso alcance. Todas sentimos que, apesar do contexto externo, modificarmos a nossa atitude em relação às coisas pode ser suficiente para mudar de vida. Por isso, deixamos-lhe 10 formas de controlar a sua própria felicidade.

Experimente uma, ou todas: a ciência garante que são as regras de ouro para se ser mais feliz!

1. PELA SUA SAÚDE MENTAL, CUIDE DA SUA ALIMENTAÇÃO

O que têm em comum - excluindo serem todos vegetais - os espinafres, brócolos, alfaces e as couves? Todos pertencem ao grupo dos “verdes” e estes são ricos em ácido fólico: o principal responsável pela produção de dopamina, a substância que diz não à depressão e sim à sensação de prazer. Nos ingredientes que pertencem ao esquadrão anti-depressivo, também está o café, o chá verde, o salmão, as nozes, as amêndoas e o abacate.

2. MUDE-SE PARA UM TRABALHO PERTO DE SUA CASA

Diminuir o trajeto da nossa casa para o trabalho pode ter um impacto surpreendentemente poderoso na nossa felicidade. Isto porque a sensação de se perder tempo no trânsito torna-nos progressivamente menos felizes. Muita gente tenta justificar a distância entre casa e o trabalho com o facto de terem bons ordenados e condições de vida. Contudo, um novo estudo suíço comprova que tais fatores não compensam os estragos criados por uma longa viagem diária.

3. EXERCÍCIO: 7 MINUTOS PODEM FAZER A DIFERENÇA

Apesar de apenas 7 minutos poderem fazer a diferença nos seus níveis de felicidade, recomendam-se entre 20 e 30 minutos diários de exercício. Ao favorecer a nossa circulação sanguínea, o exercício físico liberta as nossas “hormonas da felicidade” - também conhecidas como endorfinas. No final desta equação, pontuamos: bom humor, menos stress e ansiedade, maior relaxamento e actividade cerebral e uma forma física cada vez mais invejável! De salientar que o Yoga é apontado, também, como uma forte ajuda no combate de sintomas depressivos e de ansiedade.

4. DURMA MAIS

Sabemos que ajuda o nosso corpo a recuperar (link artigo 97 - Sono de beleza? Oito dicas para o seu.) e proporciona um bem-estar emocional que nos torna menos sensíveis às sensações negativas. Traz, igualmente, benefícios para a nossa produtividade, uma vez que interfere no nosso nível de foco. No livro NutureShock, Po Bronson e Ashley Merryman explicam que pessoas privadas de sono não conseguem lembrar-se de memórias agradáveis, recordando, maioritariamente, as negativas. Parece que não restam dúvidas: no caminho para a felicidade estão 8 horas de sono bem dormidas!

5. PASSE MAIS TEMPO COM PESSOAS DE QUEM GOSTA

Para extrovertidos e introvertidos, a regra é a mesma e tem grande influência no nosso barómetro do bem-estar. Permanecer em contato com amigos e familiares é mais um passo no roteiro para a felicidade.  Um especialista neste campo, o psicólogo Daniel Gilbert, explica: “Estamos felizes quando temos família, quando temos amigos e quase todas as outras coisas que achamos que nos fazem felizes são apenas maneiras de termos mais família e mais amigos”. Conviva, sorria, entregue-se a uma boa conversa, abrace e sinta: aqui está mais uma receita para ficar de coração cheio.

6. PASSE MAIS TEMPO NO EXTERIOR

A importância da vitamina D é, muitas vezes, esquecida. Ainda assim, a sua absorção é essencial para o bem-estar psicológico uma vez que, quando está em falta, pode potenciar sinais de cansaço, ansiedade e mesmo sintomas depressivos. O investigador Shawn Achor recomenda luz e ar fresco para que se cumpra este objetivo: “Estar em contacto com o exterior é uma grande vantagem. Passar 20 minutos na rua, com bom tempo, não só impulsiona o bom humor como amplia o pensamento e melhora a memória no trabalho”.

7. PRATIQUE A GRATIDÃO

Esta é uma estratégia aparentemente simples, que traz grandes diferenças para a nossa forma de estar. Há muitas maneiras de praticar a gratidão: agradecer por todas as pequenas coisas que acontecem; escrever - diariamente - 3 coisas boas que aconteceram; mostrar gratidão por todas as lições que chegam à nossa vida. Numa experiência onde os participantes tomaram nota das coisas pelas quais eram gratos no seu dia-a-dia, verificou-se uma larga melhoria no seu humor: o efeito sobre o afeto positivo saiu vencedor.

8. TERAPIA DO SORRISO E DOS PENSAMENTOS POSITIVOS

Não basta sorrir: a esta fórmula devemos acrescentar o pensamento positivo. Para chegar a esta conclusão, foram observados 2 grupos de trabalhadores: os que, em contacto com o público, são obrigados a manter um falso sorriso no rosto e os que sorriem como resultado de um pensamento positivo. No primeiro grupo, a conclusão foi de que o sorriso forçado piora o humor, afectando a produtividade. No segundo grupo, aconteceu exactamente o contrário. Fica a pergunta: já sorriu a sério hoje?

9. TRANSFORME O AMBIENTE À SUA VOLTA

Cantar em voz alta no banho, pela casa ou no carro, brincar com o seu animal de estimação, encher a sua casa de flores, ajudar os outros ou ouvir músicas são formas simples de transformar o seu ambiente e de cultivar a felicidade.

10. MEDITE

A meditação é uma prática cada vez mais estudada, sendo um hábito comprovado na melhoria do foco, clareza, relaxamento e atenção. Para além disso, é uma ótima prática de autoconhecimento e de estímulo à confiança em nós mesmos. Após uma análise ao cérebro de 16 pessoas antes e depois de realizarem um curso de meditação com duração de 8 semanas, concluiu-se que, após completar o curso, as partes do cérebro associadas à compaixão e autoconsciência aumentaram, e as partes associadas ao stress diminuíram.

Produtos sugeridos

  • 22550Slow Âge Creme FPS3051NewSlow ÂgeFACE CARECuidado de DiaAnti-Envelhecimento

    Novo

    {Produto_Nome}
  • 20897Slow Âge Fluido FPS254.7133NewSlow ÂgeFACE CARECuidado de DiaAnti-Envelhecimento

    Novo

    {Produto_Nome}
  • 22551Slow Âge Olhos52NewSlow ÂgeFACE CARECuidado de OlhosAnti-Envelhecimento

    Novo

    {Produto_Nome}
  • Outros artigos sugeridos

    6 formas de dormir melhor durante a menopausa

    Os Melhores Conselhos

    6 formas de dormir melhor durante a menopausa

    Nas últimas fases da menopausa, as 'ondas de calor' podem perturbar a sua noite de sono, provocar insónias e ansiedade e impedi-la de descansar, o que é essencial para o seu bem-estar e para a beleza da sua pele. No entanto, há um plano de cinco passos que pode ajudá-la a dormir melhor e a sentir-se revigorada ao acordar.

    ler artigo

    3 mulheres inspiradoras aos 50 anos

    Os Melhores Conselhos

    3 mulheres inspiradoras aos 50 anos

    A imagem de uma senhora sentada em casa, com pantufas e gatos, já não corresponde ao que sempre idealizamos para os 50 anos. Diz-se que são os novos 30. E com razão!

    ler artigo

    go to top