OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar
Previous

Qual a dieta mais adequada no pós-parto?

Previous

Qual a dieta mais adequada no pós-parto?

A queda de cabelo pós-parto é frequente

Durante a gravidez, a elevada quantidade de estrogénio produzido pelo corpo previne que o cabelo transite para a fase telogénica. O cabelo fica então "preso" na fase anágenica (crescimento), e parece mais abundante e com bom aspeto. Após o parto, o reequílibrio hormonal (decréscimo nos níveis de estrogénio) desencadeia uma mudança acentuada para a fase telogénica que provoca uma queda de cabelo significativa dentro de 2 a 3 meses seguintes.
Apesar de poder durar vários meses e ser uma das principais causas da queda de cabelo nas mulheres, não é motivo de preocupação, visto ser perfeitamente normal e temporária.

A dieta pode ser um dos motivos para a queda de cabelo

A principal causa da queda de cabelo no pós parto é hormonal. Muitas vezes, outros fatores vivenciados após o parto, como o stress, a falta de sono e mudanças na dieta, podem potenciar a queda de cabelo.

Assim, a dieta tem um papel importante na saúde do couro cabeludo visto que fornece todos os elementos (proteínas, vitaminas e minerais) essenciais para o seu crescimento. É por isso que uma dieta desequilibrada ou de emagrecimento, uma opção muito popular nas recém mães a seguir à gravidez, pode levar a deficiências nutricionais e agravar a queda de cabelo.

A melhor dieta para combater a queda de cabelo

Na maioria dos casos, o cabelo volta a crescer normalmente passado 6 a 8 meses após o parto, por isso o tratamento médico para a queda de cabelo pós-parto é, geralmente, desnecessário. Adaptar a sua dieta pode ajudar a controlar este tipo de queda de cabelo. Para obter melhores resultados, deve evitar snacks (como doces ou bolos, por exemplo) e seguir uma dieta saudável e equilibrada, especialmente se estiver a tentar perder peso pós-gravidez.
Os seguintes nutrientes devem ser consumidos em quantidades suficientes:

  • Proteínas (peixe, carne, ovos e legumes)
  • Hidratos de Carbono (cereais e grãos integrais)
  • Lípidos (por exemplo, azeite)
  • Ferro (carnes vermelhas e alguns peixes)


Vitaminas para atenuar a queda de cabelo no pós-parto

Entre as vitaminas essenciais para um cabelo saudável, as vitaminas B lideram a lista:

  • Vitamina B3: promove a circulação de sangue nas raizes do cabelo. Pode ser encontrada em amêndoas, cogumelos, espargos, abacate, favas, rabanetes, salsa e couve;
  • Vitamina B5 (ou ácido pantoténico): promove o crescimento do cabelo. Pode ser encontrada no aipo, couve-flor, nozes e avelãs, alho e abacate.
  • Vitamina B6: reforça a ação de outras vitaminas e ajuda a fortalecer a fibra capilar. Pode ser encontrada em aves, banana seca, sementes de girassol, couves, espinafre e tomate.
  • Vitamina B8: regula a produção de sebo no couro cabeludo. Pode ser encontrada na levedura de cerveja, cogumelos, leguminosas, couve, amêndoas, tomate e sementes germinadas.
  • Vitamina B12: estimula a renovação dos folículos capilares. Pode ser encontrada em carnes, peixes, aves e algas spirulina.
  • Vitamina D também pode ser uma vitamina benéfica para a queda de cabelo pós-parto. Pode ser encontrada no óleo de fígado de bacalhau, peixes gordos, vísceras e laticínios.

Se continuar a observar uma queda de cabelo significativo, apesar de uma dieta equilibrada e saudável, deve marcar uma consulta médica.

A queda de cabelo no pós-parto é bastante comum. É denomidado eflúvio telogénico e é reversível. Uma dieta que promova a saúde do couro cabeludo pode ajudar a limitar o fenómeno.

HUB_CONTENT_DHSC_CONTENT_15_What_diet_to_adopt_after_delivery.jpg