OK

OK Cancelar

Obrigado

Fechar
Previous

As questões mais comuns sobre a caspa

HUB_CONTENT_DHSC_FAQ_10_Can_children_dandruff.jpg

As crianças podem ter caspa?

Não.

No entanto, os recém-nascidos podem ter dermatite seborreica (crostas lácteas) com películas oleosas no couro cabeludo, devido a uma elevada produção de sebo nesta altura da vida.

A caspa resulta de predisposição genética?

Sim.

A caspa está associada à própria susceptibilidade que pode ter sido herdada dos progenitores, apesar de ainda não se saber quais os genes envolvidos. As pessoas que têm caspa são mais propensas a inflamações da pele, um dos factores causadores de dermatite seborreica.

HUB_CONTENT_DHSC_FAQ_12_Do_seasons_or_climate_have_impact_on_dandruff.jpg

As estações do ano ou o clima têm impacto na caspa?

Sim.

As variações climáticas e a sazonalidade influenciam o aparecimento de caspa e a sua gravidade.
Porquê? Está relacionado com alguns factores ligados ao inverno que amplificam o aparecimento de caspa. Primeiro, o uso de chapéu no inverno acelera o fenómeno tendo em conta que os microorganismos do couro cabeludo se proliferam com o calor. Também está relacionado com a secura do couro cabeludo durante o inverno, devido ao ambiente fechado estar mais quente.

HUB_CONTENT_DHSC_FAQ_13_IS_DANDRUFF_CONTAGIOUS.jpg

A caspa é contagiosa?

Não.

A caspa está associada a um desiquilíbrio no couro cabeludo devido à presença mais forte da Malazzesia, uma modificação na composição do sebo e a alteração da função barreira do couro cabeludo. Não é contagiosa.

Os Champôs anti-caspa são menos eficazes ao longo do tempo?

Não.

Os champôs anti-caspa são eficazes em cada utilização, uma vez que são especialmente desenvovidos para uma ação anti-caspa e dermatite seborreica no longo prazo, com eficácia antirrecidiva comprovada.

HUB_CONTENT_DHSC_FAQ_15_Do_men_suffer_more_from_dandruff_than_women.jpg

Caspa é mais comum nos homens do que nas mulheres?

Sim.

Há mais homens do que mulheres a afirmar ter caspa. Eles associam o ter caspa à secura, prurido e irritação do couro cabeludo.

Posso ter caspa na barba?

Sim.

A caspa na barba tem a mesma origem da caspa no couro cabeludo. Está também relacionada com o aumento de Malassezia e a susceptibilidade que fomenta o aumento de renovação e descamação da pele. Como para o couro cabeludo, pode usar um champô anti-caspa para eliminar a caspa da barba.

Posso ter caspa nas sobrancelhas?

Sim.

A caspa é uma condição crónica que muitas vezes acontece noutras partes do corpo para além do couro cabeludo. Quando está situada nas sobrancelhas, é dermatite seborreica. Os sintomas da dermatite seborreica nas sobrancelhas são similares aos sintomas gerais da caspa: películas visíveis brancas ou amarelas, prurido, vermelhidão e irritações.

Como combater a caspa se for alérgico a champôs anti-caspa?

Em primeiro lugar, é necessário perceber qual é o ingrediente ao qual é alérgico para depois encontrar um champô sem este. Consulte o seu dermatologista.

Como distinguir caspa de piolhos?

A caspa e os piolhos têm sintomas em comum, como o prurido e a irritação do couro cabeludo. Os piolhos produzem ovos, chamados lêndeas, cuja cor é semelhante à da caspa.
A caspa desliza facilmente pelo cabelo enquanto as lêndeas ficam presas.
A caspa pode ser detetada no couro cabeludo e no cabelo. As lêndeas só estão presentes no cabelo.
A caspa tem uma cor mais clara que as lêndeas.
As lêndeas têm uma forma diferente da caspa, tendo a forma de uma gota.
As lêndeas vivas são cinzentas e encontram-se nas raízes.
As lêndeas mortas são brancas e são mais semelhantes à caspa.

HUB_CONTENT_DHSC_FAQ_04_CAN_HAIR_LOSS BE_HORMONAL.jpg

A caspa tem origem hormonal?

Sim.

Existe uma relação entre as hormonas e a caspa, e é por isso que a caspa aparece, pela primeira vez, durante a puberdade. Um dos factores chave para o aparecimento da caspa é o aumento da produção de sebo. São as hormonas que controlam a sua produção.
Tudo começa quando o sebo é degradado em diversas substâncias irritantes como o ácido oleico, particularmente pela Malassezia Globosa. Se o seu couro cabeludo é sensível ao ácido oleico, está a desenvolver uma irritação acompanhada de um aumento de películas visíveis acumuladas, a caspa.
Mais de 50% da população é sensível ao ácido oleico, é por isso que tem 50% de hipóteses de ter caspa na sua vida.

Os bebés podem ter dermatite seborreica?

Sim.

Alguns bebés apresentam uma forma desta doença geralmente conhecida por crosta láctea, que por norma está localizada no couro cabeludo. Por vezes, podem ter dermatite seborreica inflamatória.

Existem doenças que podem desencadear dermatite seborreica no couro cabeludo?

Sim.

Algumas doenças específicas podem levar ao desenvolvimento de dermatite seborreica no couro cabeludo. Pessoas que sofram de VIH ou doenças neurodegenerativas são mais propensas a desenvolver dermatite seborreica.

HUB_CONTENT_DHSC_FAQ_23_Is_there_a_link_between_hair_loss_and_ssd.jpg

Existe alguma ligação entre queda de cabelo e dermatite seborreica no couro cabeludo?

Não.

Não existe uma clara ligação entre a dermatite seborreica e a queda de cabelo apesar de do prurido constante e a inflamação poderem potenciar a queda de cabelo.

As mulheres que estão na menopausa são mais afetadas pela dermatite seborreica no couro cabeludo?

Sim.

Para as mulheres, esta patologia é mais observada durante a menopausa devido a mudanças hormonais.

Os métodos contraceptivos podem desencadear dermatite seborreica no couro cabeludo?

Sim.

Algumas pílulas contraceptivas podem incrementar a secreção sebácea e induzir ou agravar a caspa e a dermatite seborreica. Existem soluções que pode discutir com o seu dermatologista ou ginecologista.