Notificação de Newsletter

Quero manter-me informado/a de todas as novidades da marca

  • research
  • Points de vente
  • newsletter
  • My Skin

Skin life blog

Solares

Proteger rapidamente os mais jovens do Sol?
Um jogo de crianças...

Avec

Anne Martine Deloffre Mãe

Dr Bernadet Pediatra

As crianças adoram o Sol mas, desde que são pequenas, devem aprender a proteger-se dele. Ao contrário da crença popular, uma criança bronzeada não é mais saudável do que o seu companheiro de tez pálida. A pele dos mais pequenos é muito mais frágil do que os adultos. Tome cuidados o quando antes para prevenir o futuro.
Um pediatra e uma mãe deram-nos as suas sugestões para tornar esta obrigatória passagem, eficaz e lúdica.

1, 2, 3, Sol... os conselhos da pediatra para a melhor fórmula

Em primeiro lugar, para a Drª Bernadet, pediatra, a primeira regra essencial é "nunca expor directamente ao Sol um bebé ou uma criança antes dos três anos de idade." Para eles, o vestuário correcto consiste em usar um chapéu, uma t-shirt seca, óculos e brincar à sombra do guarda-sol. Segunda etapa: "assegure-se de que a sua criança não toma qualquer medicamento de sensibilização à luz, absolutamente contraindicado para a exposição solar." Último ponto: a escolha do creme colar! "Para as crianças, é preferível um creme com um índice de protecção FPS50, resistente à água e específico para as peles sensíveis das crianças. "

Uma protecção equilibrada

Privilegie uma fórmula bem equilibrada entre filtros minerais e orgânicos. Os filtros minerais, como o dióxido de titânio, actuam imediatamente como uma barreira e reflectem os raios UVB. Mas, isoladamente, não são suficientes para lutar contra os UVA, contra os quais os filtros orgânicos são mais eficazes. Os filtros orgânicos absorvem os raios UVA e UVB. Mas, entre o tempo de aplicação e o da protecção, passa um bom quarto de hora até atingir o efeito total. Como os dois são complementares, é possível obter uma protecção equilibrada.

A aplicação do creme solar numa criança: missão impossível?

Armada(o) com o seu frasco, você está pronta(o) mas a sua criança não pensa da mesma forma. Ana, mãe de 3 crianças, dá o seu testemunho: "É um martírio tanto para os pais como para as crianças! Como elas ficam impacientes e se mexem, tem-se tendência a fazer depressa e a esquecer determinadas zonas." A chave do sucesso é "envolver a criança!" recomenda a Drª Bernadet. Proponha-lhe dosear o seu creme como se fosse uma receita de cozinha ("Coloque 1 colher de café na mão") ou peça-lhe que lhe mostre as zonas esquecidas (as orelhas, por exemplo). A aplicação deve ser lúdica e participativa: "Maquilha-te como um dálmata, espalha o creme em forma de caracol." Também se pode explicar às crianças que, quando a sua sombra for mais pequena do que eles (entre o meio-dia e as 16h), é tempo de passar para baixo do guarda-sol. Um modo de os responsabilizar e de ganhar, por usa vez, o seu lugar ao Sol!

Adoptar boas medidas

Como aplicar o creme solar?  Em boa quantidade, de modo homogéneo e sem procurar que penetre, de modo a preservar uma fina película protectora na superfície da pele.  Quando? Com muita regularidade, a cada duas horas e após cada banho.

Último indício de uma protecção de sucesso... o índice de radiação solar

Para sensibilizar o Mundo dos malefícios da radiação solar, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Meteorológica Mundial criaram o índice universal de radiação UV solar. Entre 0 e 11+, exprime a intensidade da radiação ultravioleta. Quanto maior for a radiação, mais é necessário se proteger. Varia em função do momento do dia e do local onde se encontra. Os boletins meteorológicos e as aplicações para smartphones proporcionam estas informações.

Comentar o artigo

My Skin

Deverá fazer login para deixar um comentário

COM MY SKIN

Beneficie de um acompanhamento personalizado da sua pele, partilhe com os membros da comunidade my skin e aproveite os privilégios exclusivos.

Registe-se